Rasto // Erva Daninha

Hits: 193
  • Data
    16 julho . sábado . 19h00
  • Duração
    40'
  • Público alvo
    M3
  • Preço
    entrada gratuita (mediante levantamento prévio do bilhete, limitado a 4 por pessoa)
  • Observações
    em Riachos (junto à Igreja Paroquial)

FORA DE PORTAS

Um momento de paisagens diversas, contrastes, mistura de realidades e sentidos. A máquina agrícola ganha vida própria, ruge, dança na arena. Os homens todo-o-terreno revelam a sua fragilidade, a força, procuram o equilíbrio. Juntos alteram a natureza, lavram terras, semeiam caminhos, colhem lugares, deixam rasto. Um projeto que procura abordar a condição frágil da humanidade, a sua intervenção no processo de transformação dos territórios, o mosaico de paisagens e culturas, o lado industrial dessa superação da natureza. Uma investigação sobre a força, o arrastar, o sentido e a direção de quem puxa ou é puxado. O trator e o seu tempo, lento e forte em oposição à sociedade atual rápida e frágil.

Bio//
A Companhia Erva Daninha tem como missão a criação de circo contemporâneo explorando o diálogo
entre diferentes expressões das artes performativas. Surge em 2006 e rapidamente centra o trabalho na
investigação de novas formas de fazer e apresentar circo, procurando elevar o virtuosismo a uma forma
de comunicação de ideias e emoções. É desde 2015 estrutura em residência no Teatro Campo Alegre.

Ficha artística //
Direção artística e conceção plástica Julieta Guimarães e Vasco Gomes
Interpretação Daniel Seabra e Vasco Gomes
Composição sonora David Valente
Sonoplastia Vasco Gomes
Produção Teresa Camarinha
Apoio Residência Permanente Teatro Municipal do Porto
Coprodução Teatro Nacional São João, Festival Imaginarius
Apoio República Portuguesa – Cultura/Direção-geral das Arte


©Ashleigh Georgiou e Erva Daninha

Redes Sociais
Tagged under: Novo Circo

Related Articles